segunda-feira, 9 de abril de 2012

Pelo norte...

Como o título sugere, estamos pelo norte do pais.
Viemos passar uns dias à terra da Bibas e claro está, aproveitar para treinar e conhecer um pouco mais esta zona lindíssima do nosso pais.
O primeiro treino começou logo com um contra-tempo. Chegamos de viagem, descarregar a carrinha que com as duas pequenas mais as bikes e todas as outras coisas parecia verdadeiramente uma carrinha de marroquinos, e apressamo-nos arrancar para um treino de 2h.
Quando já íamos a meio do treino foi quando vimos que ambos nos tínhamos esquecido do bidon da água. Cada vez com mais sede lá tivemos que fazer uma paragem...
Num bebedouro comunitário... de animais. Sei que pode parecer mal mas um habitante local garantiu-nos que a água era boa e isto já foi há uns dias e nós ainda estamos bem de saúde.
Nesta zona do pais os caminhos tais como os costumes das gentes da terra já vêm de há séculos por isso mesmo é comum ter-mos que partilhar os trilhos com animais e alguns deles bem GRANDES, como é o caso destas vacas ou de cães não do tamanho de vacas mas pouco mais pequenos. (não há foto dos cães porque íamos um bocadinho ocupados a fugir deles)
Outra espécie que só se vê por aqui, e que infelizmente já não há muitos, é o burro Mirandês. Esta espécie de burro distingue-se bem das outras pela sua pelagem ser mais abundante e comprida.
Existe uma grande variedade de caminhos agrícolas que permite fazer muitos km sem se pisar alcatrão, claro que conhecemos pouco mas com o passar dos dias iremos descobrir muitos mais.
As aldeias são sempre bonitas de se ver mais não seja pela diferença das cidades a que estamos habituados. Aqui tudo se passa com calma e há tempo para tudo. As casas continuam a ter a mesma aparência que tinham há anos atrás e os animais continuam a andar a solta pelo meio da aldeia, nós que o digamos que íamos levando literalmente com uma vaca que saiu de uma garagem e nem olhou para ver se vinha alguém :)
Claro que depois de andarmos por estas paragens ficamos sempre assim... com um sorriso nos lábios.
Claro está, estamos em Miranda do Douro. Em breve iremos atacar uma BELA POSTA MIRANDESA. Se quiserem apareçam... e tragam guita, o senhor do restaurante agradece...

1 comentário:

João Marinho disse...

Gostei de ler esta vossa aventura Transmontanas! Venham mais!